António Brito

António Brito
António Brito nasceu entre as serras do Açor e do Caramulo, no concelho de Tábua, distrito de Coimbra. Aos dezoito anos, alistou-se na Força Aérea, nas Tropas Para-quedistas. Mobilizado para a guerra em Moçambique, participou em algumas das mais importantes operações militares da Guerra Colonial. Em Moçambique, escreveu para jornais histórias de homens e de guerra. Depois da desmobilização licenciou-se em Direito, na Universidade Clássica de Lisboa. Durante anos foi diretor de empresas multinacionais, formador e consultor, até se estrear na ficção.

Em 2007, publicou o romance Olhos de Caçador, seguindo-se, em 2009, o romance O Céu Não Pode Esperar. É também autor dos dois primeiros livros da série Sagal: Um Herói Feito em África e O Profeta do Fim, ambos editados em 2012. 

Irmãos de Armas, publicado em 2016, comprova a sua extraordinária mestria narrativa e a sua arte de nos envolver numa trama que combina factos da História de Portugal com elementos romanescos.