Leonor Xavier

Leonor Xavier
Leonor Xavier é licenciada em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Viveu no Brasil entre 1975 e 1987. Jornalista, foi correspondente do Diário de Notícias no Rio de Janeiro e redatora da revista Máxima, revista com a qual mantém colaboração.

É autora das biografias Maria Barroso, Um Olhar sobre a Vida (1995), e Raul Solnado, A Vida Não Se Perdeu (2003), dos romances Ponte-Aérea (1983) e O Ano da Travessia (1994), do ensaio Portugal, Tempo de Paixão (2000), sobre o processo revolucionário de 1975, do livro de crónicas Colorido a Preto e Branco (2001) e da autobiografia Casas Contadas (Prémio Máxima de Literatura em 2010).