Deus Não Gosta de Nós

de

12,50€ 11,25€*

Há livros que são adaptados para o grande ecrã e livros que dão origem a séries. E também há séries que inspiram livros que, por sua vez, viram filme. É o caso. Deus não Gosta de Nós, de Hank Moody, nasceu na série Californication, tornou-se real e passou pelas salas de cinema do mundo inteiro.


PORTES: Sujeito a portes DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 10% * DESCONTO VÁLIDO PARA O DIA 06/12/2019 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789897241352 Edição ou reimpressão: Fevereiro de 2014 Páginas: 196 Dimensões: 23.00 x 15.00 x 0.90 cm Peso: 867 Categoria: Temática:

Considerado uma obra-prima da ironia, o livro de Hank Moody, interpretado por David Duchovny, tem sexo (e muito), drogas e rock’n' roll, bem ao jeito da série. Os vícios são mais que muitos (no que à personagem diz respeito) mas as virtudes (do livro) não se ficam atrás.

Na série, Hank Moody é um escritor famoso de Nova Iorque que perdeu a inspiração depois do bestseller God Hates us All (que deu origem ao filme A Crazy Little Thing Called Love), uma personagem tão peculiar como grotesca, numa curiosa mistura entre um D. Juan com um cavaleiro andante.


Curiosidades:
Num dos episódios da série Californication, Hank Moody dá uma entrevista a um programa de rádio a propósito dos seus romances God Hates us All e Seasons in the Abyss. Casualmente são dois álbuns da banda de thrash metal, Slayer: «God Hates us All» e «Seasons in the Abyss».

Na série, os nomes dos episódios contêm referências musicais como «Slip of the Tongue», de Whitesnake (ep. 1 - Temporada 2), In Utero, dos Nirvana (ep. 10 - Temporada 2), «Wish you where here» (ep. 1 - Temporada 3), canção dos Pink Floyd, entre várias outras referências musicais, nomeadamente a Warren Zevon, célebre compositor norte-americano.

E por último a referência mais imediata: o nome da série Californication é o nome de uma canção de um disco dos Red Hot Chili Peppers.