Ser Bom Aluno não Chega

de e

14,00€ 12,60€*

Memórias de Gentil Martins ao longo de mais de sessenta anos de Medicina.


PORTES: GRÁTIS DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 10% * DESCONTO VÁLIDO PARA O DIA 27/03/2019 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789897241802 Edição ou reimpressão: Setembro de 2014 Páginas: 196 Dimensões: 23.50 x 15.50 x 2.00 cm Peso: 200 Categoria: Temática:

«Com a leitura deste livro autobiográfico, verdadeiro e frontal, muitos mais portugueses vão poder conhecer o homem, o médico e o cidadão.» Daniel Serrão in Prefácio

António Gentil Martins separou em 1978 as primeiras gémeas siamesas que sobreviveram em Portugal e foi bastonário da Ordem dos Médicos durante quase uma década. Mas há paixões que duram uma vida inteira e são muitas as histórias que o médico-cirurgião tinha guardado no seu álbum de memórias e que mereciam ser partilhadas. Os grandes desafios e emoções da vida de Gentil Martins foram agora reunidos pela jornalista Marta F. Reis no livro Ser Bom Aluno Não Chega.

Neste livro, o cirurgião pediátrico fala das inspirações e lutas que marcaram toda a sua vida, não só enquanto médico. Desde o pai multifacetado que nunca conheceu mas sempre quis imitar aos ensinamentos da mãe, Gentil Martins recupera nestas páginas o legado do avô fundador do IPO, as lembranças da participação nas Olimpíadas de 1960 e as arriscadas cirurgias que conduziu.

A família, a relação com Deus, as histórias que viveu com os doentes e as lutas pelo acesso à saúde em Portugal integram igualmente este conjunto de memórias onde perpassa um enorme amor à Medicina e uma imensa humanidade enquanto homem e enquanto médico. 

O fazer companhia, o mostrar interesse, o dar a mão, são tudo formas de suavizar os momentos mais difíceis e, infelizmente, na saúde, como no resto, por vezes falta humanização. Há quem diga, e até muitas vezes com razão, que uma boa palavra é mais importante do que um comprimido. António Gentil Martins