O Escriba

de

17,50€ 8,75€*

Depois de O Bibliotecário, muito bem recebido pela crítica e pelos leitores e já traduzido para 16 línguas, no qual o autor revela um estilo muito próprio – escrita apurada, capítulos curtos, ritmo acelerado, – A. M. Dean apresenta um novo thriller histórico, ainda mais inteligente e emocionante.


PORTES: Sujeito a portes DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 50% * DESCONTO VÁLIDO DE 05/12/2019 ATÉ 04/01/2020 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789897242045 Edição ou reimpressão: Páginas: 396 Dimensões: 23.50 x 15.50 x 2.00 cm Peso: 630 Categoria: Temática:

Egito, ano 374. 
No deserto, um homem executa a última e mais importante missão da sua vida: esconder um precioso artefacto. A sua chave não pode cair nas mãos erradas.

É isto que a professora Emily, especialista em história das religiões, vai tentar impedir. A chave para resolver o mistério encontra-se algures no deserto e Emily tem de ser a primeira a encontrá-la.

Entretanto, em Chicago, uma perigosa seita monta um atentado em larga escala. Os seguidores acreditam que o mundo está podre, marcado pelo materialismo. A libertação pela morte é o único caminho. Os preparativos estão em marcha para desencadear o caos na cidade. Falta apenas um elemento, que tem estado guardado ao longo de vários séculos.

Quando o caminho da professora universitária se cruza com o do líder da seita, os dados estão lançados. Será que vai ser possível impedir aqueles fanáticos de transformarem uma antiga promessa numa enorme destruição?
Baseado em factos e descobertas reais, misturando conspirações, sociedades secretas, História e aventura nas doses certas, o novo livro de A. M. Dean assemelha-se assim a um quebra-cabeças viciante que não se consegue deixar a meio.


A opinião dos leitores portugueses:
«É um livro que alia História a thriller. Gosto deste formato de livro, em pequenos capítulos, que vai deixando o leitor "agarrado" querendo saber o que vai acontecer a seguir.» Ana Ferreira, Wook

O casamento perfeito entre factos históricos e um enredo fabuloso. Partindo de factos reais é construído um enredo que nos prende até à ultima página. Espero que este autor não perca o ritmo de escrita, porque já estou á espera da próxima obra-prima. Mário Malheiro,  Wook