Ao Princípio Era Eu

de

24,95€ 22,46€*

A sua genialidade, simpatia e irreverência, indissociável da bengala e do cabelo em desalinho, fazem de António Victorino d’ Almeida uma das figuras mais queridas do panorama artístico nacional. Pianista, compositor, maestro, escritor, realizador de cinema e de televisão, encenador, comunicador nato. Quem é, afinal, o homem por detrás de tantas criações?


PORTES: GRÁTIS DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 10% * DESCONTO VÁLIDO PARA O DIA 15/06/2019 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789898452009 Edição ou reimpressão: Outubro de 2010 Páginas: 616 Dimensões: 23.50 x 16.00 x 3.00 cm Peso: 526 Categoria: Temática:

Referência incontornável na vida cultural portuguesa, António Victorino d’ Almeida é conhecido sobretudo pela sua produção artística e literária (são muitas e variadas as suas incursões pelo mundo da música, do cinema, da literatura ou da televisão). Porém, Ao Princípio era Eu, a sua autobiografia, mais do que evocar todo esse percurso dá antes a conhecer o homem por detrás do profissional respeitado e multifacetado que é.

Mais do que revelar “o homem dos sete instrumentos”, como é conhecido, a autobiografia de António Victorino d’ Almeida mostra (em histórias e fotografias do seu álbum particular) o homem que era antes de se ter transformado naquilo que é hoje: uma das maiores figuras do panorama cultural português das últimas décadas. A infância, a juventude, a entrada na idade adulta, as primeiras paixões, está tudo nas mais de 600 páginas, fora extratextos, de Ao Princípio era Eu.



«600 páginas de histórias bem dispostas.» Katia Delimbeuf, Expresso

«Um livro com muitas histórias e pouca música.» Maria João Caetano, Diário de Notícias

«António Victorino d' Almeida revisita com precisão cirúrgica episódios e fragmentos dos primeiros 35 anos de vida.» Sérgio Almeida, Jornal de Notícias