Marcada Para Morrer

de

18,50€ 16,65€*

Se há livros capazes de interromper a respiração normal do leitor, este é um deles. Tal como a obra anterior de Peter James, autor multipremiado com mais de 19 milhões de exemplares vendidos, eis um thriller que promete dar que falar (e noites sem dormir).


PORTES: GRÁTIS DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 10% * DESCONTO VÁLIDO PARA O DIA 17/10/2019 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789897244094 Edição ou reimpressão: Janeiro de 2018 Páginas: 472 Dimensões: 23.50 x 15.50 x 2.60 cm Peso: 608 Categoria: Temática:

Um grito assustador. Foi a última coisa que Jamie Ball ouviu da sua noiva Logan. Depois, a chamada caiu e Logan desapareceu. Nessa tarde, os restos de uma jovem mulher morta há trinta anos são encontrados numa escavação.

Para o detetive superintendente Roy Grace e a sua equipa estes dois casos não parecem estar relacionados. Até que outras jovens mulheres desaparecem, mais corpos emergem e uma nova pista surge: uma informação crucial que um distinto psiquiatra descobre através de um paciente, mas que só a polícia deveria saber… E o detetive tem a arrepiante impressão de que é essa a chave para entender os crimes do passado e do presente. Se é o mesmo assassino, porquê a pausa entre as mortes? Quem se esconde por trás destes crimes brutais? 

O detetive Roy Grace nem imagina a perversidade que o espera…
Tem um encontro marcado com o mal.



De «um dos escritores de policiais mais consistente da atualidade» segundo o Daily Mail, este é «um thriller de primeira qualidade», diz a Literary Review, «concebido de forma cuidadosa, com personagens realistas, um livro extraordinário e digno de destaque», acrescenta a Publisher’s Weekly. 

Mais, o The Times considera que «este livro consegue reunir todos os atributos de James e ser a sua história mais cativante e assustadora até agora», ideia corroborada pelo Huffington Post («Este pode ser o melhor livro de Peter James até agora. Realmente talentoso. Um livro que não se consegue pousar.»)