Crime, disse o livro

de

18,50€ 16,65€*

POLICIAL DO ANO
Absorvente e viciante; e com um final verdadeiramente prodigioso!

«Um engenhoso livro dentro de outro livro sobre o último romance e homicídio de um escritor famoso. Uma magnífica obra de ficção que tanto brinca com o género literário policial como lhe presta uma grande homenagem.» 
Sunday Times


PORTES: GRÁTIS DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 10% * DESCONTO VÁLIDO PARA O DIA 22/09/2019 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789897244339 Edição ou reimpressão: Setembro de 2019 Páginas: 448 Dimensões: 23.50 x 15.50 x 0.00 cm Peso: 300 Categoria: Temática:

Existem vários mistérios por resolver dentro das páginas deste livro. Tudo começa quando Susan Ryeland se senta para ler o manuscrito do autor mais vendido da editora onde trabalha. Porém, a narrativa termina abruptamente no ponto em que o detetive da história está prestes a revelar o assassino, levando por isso Susan a procurar os capítulos perdidos. Mas este é apenas o ponto de partida de um dos mistérios…

Extraordinariamente bem concebido e bem escrito, em Crime, disse o livro encontramos duas histórias que correm em paralelo, personagens interessantes e autênticas, tramas sólidas, inteligentes e bem estruturadas, várias reviravoltas e, por fim, um desenlace absolutamente surpreendente. 

E se um mistério dentro de outro mistério significa o dobro da adrenalina, para os fãs do género este livro traz também prazer a dobrar. Prepare-se: vai  ser difícil pousar o livro!


POLICIAL DO ANO
Daily Mail * Amazon * Washington Post * Esquire 

«Um duplo mistério que conquista os leitores que procuram uma abordagem mais clássica ausente dos thrillers atuais.» The New York Times

«É particularmente impressionante o ato de ventriloquismo que dá voz a Agatha Christie.» Washington Post

«Perfeito para os fãs dos policiais clássicos.» Time Magazine

«Uma obra engenhosa com uma estrutura moderna.» Wall Street Journal

«Muito bem escrito, com grandes suspeitos e uma recriação de época perfeita.» Spectator

«Um policial tão bom quando as obras de Agatha Christie. Melhor em alguns aspetos, mais inteligente.»
Stephen King