Reconquista

de

17,50€ 15,75€*

Uma abordagem rigorosa e atual dos 800 anos que marcaram a Idade Média na Península Ibérica. 


PORTES: GRÁTIS DISPONIBILIDADE: Em Stock DESCONTO IMEDIATO DE 10% * DESCONTO VÁLIDO PARA O DIA 10/04/2020 Sobre preços e promoções consulte as nossas Condições Gerais de Venda.
ISBN: 9789897245091 Edição ou reimpressão: Fevereiro de 2020 Páginas: 296 Dimensões: 23.50 x 15.50 x 0.00 cm Peso: 300 Categoria: Temática:

Reconquista apresenta um relato político-militar desde a invasão muçulmana da Península até à conquista de Granada em 1492 pelos reis católicos. É indispensável compreender este conflito duradouro para conhecer melhor a Idade Média em Portugal. 

O ano 711 marcou profundamente a Península Ibérica. Uma sucessão de fatores provocaram o caos no reino visigodo, permitindo a invasão peninsular do crescente poder islâmico. Em poucos anos todo o território ibérico estava praticamente sob o seu controlo. Os cristãos conseguiram reorganizar-se nas montanhas no norte (Cordilheira Cantábrica e nos Pirenéus) de onde surgiriam os reinos medievais de Astúrias-Leão e Navarra e os condados Portucalense, entre outros.

Estes grupos, graças a campanhas militares determinantes, conseguiram assentar e prosperar lentamente. Os reinos cristãos foram ocupando praças muçulmanas, especialmente no século XIII, momento em que Castela e Leão ocupa a Andaluzia e Portugal fica com o território do Algarve.

Granada resistirá mais duzentos anos. Os reis católicos converteram a conquista do bastião muçulmano num dos principais eixos da sua política e investiram todos os recursos do reino. Granada entregou-se finalmente a 3 de janeiro de 1492, quase oitocentos anos depois da chegada dos muçulmanos à Península Ibérica.

Reconquista aborda de forma rigorosa os oito séculos de expansão e contração dos territórios muçulmanos e cristãos na Península Ibérica Medieval. Desde o ano de 711 com a desintegração do reino visigodo até à queda de Granada em 1492, esta obra explica o que ocorreu em cada reino cristão e nos territórios muçulmanos.